Alegria, alegria de viver

Canto dos pássaros canoros

Soar estridente dos besouros

Fonte serena e inesgotável do ser

_____________________________________

Tudo isso percebe a alma do inquieto

Do caminhante passageiro no mundo

Aquele que não vê que é moribundo

Que da terra deseja ser o feto

_____________________________________

Ora, saibais que se não saíres do útero

Da mãe terra que te concebeu

Que do pó te modelou à sua vontade

______________________________________

Como terás acesso ao futuro

E chegarás à morada de Deus?

Se a morte ao tempo certo é liberdade

Luciano Aparecido Marques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s