Férias de professor

Professor é pessoa estranha!

Passa o ano inteiro a doar

O tempo de sua vida insana

Para os outros educar.

O tempo vai passando no relógio

E ele, educador está aos arredores

Como uma espécie de oratório

A quem recorrem os pecadores.

Pronto a enriquecer

A cultura dos pupilos

Doando-se com esmero.

Mas na hora de suas férias,

O que mais ele precisa

É de ficar só

Cuidando de si mesmo.

Luciano Aparecido Marques